garrucha

Guia Pirata do Armamento Civil – Parte 4 de 6

Comprando sua nova melhor amiga

A nomenclatura usada no post anterior é enganosa. Ela sugere que as armas permitidas são de fácil acesso… Nada mais longe da verdade. Agora que você escolheu seu modelo existe um longo caminho burocrático a seguir. Antes mesmo de comprar sua arma você precisa de uma autorização.  Em um mundo onde mesmo comprando um imóvel você tem que pagar um IPTU, onde mesmo comprando um automóvel você tem que pagar IPVA e onde você é obrigado, como uma putinha, a votar, você não poderia esperar outra coisa.

Para conseguir uma autorização para compra de uma arma de fogo você deverá fazer uma declaração por escrito justificando a efetiva necessidade de ter uma arma principalmente no tocante ao exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física ou de seus entes queridos. Lembre-se, vivemos numa selva onde a estupidez dita as regras, por isso é muito mais fácil você conseguir arranjar uma arma para a prática de desporto e para a caça de subsistência – ao que parece uma pessoas desesperada em meio a uma sociedade cada vez mais violenta não é vista com bons olhos pelas autoridades. Mas para alegar desporto ou a caça de subsistência a papelada aumenta substancialmente, então tente não parecer uma pessoa desesperada querendo atirar em qualquer não caucasiano que olhe torto para você.

Feita esta declaração, preencha o requerimento em http://www.dpf.gov.br/servicos/armas/form-sinarm e então procure uma Unidade da Polícia Federal, levando a declaração e os seguintes documentos (prepare-se):

  • cópias autenticadas ou original e cópia do RG, CPF
  • comprovante de residência
  • comprovante de ocupação lícita
  • comprovante de capacidade técnica atestado por instrutor de armamento e tiro  credenciado pela Polícia Federal (veja acima)
  • comprovante de aptidão psicológica atestado por psicólogo credenciado pela Polícia Federal;
  • Foto 3 x 4

 

It's A Long Way To The Top (If You Wanna Rock 'n' Roll
It’s A Long Way To The Top (If You Wanna Rock ‘n’ Roll

Achou muito? Além disso qualquer cidadão que exercer seu direito de defender a si mesmo terá que levar as seguintes certidões negativas:

  • certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Federal
  • certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Estadual
  • certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Militar
  • certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Eleitoral

Veja aqui onde conseguí-las http://www.dpf.gov.br/servicos/armas/anexos/certidoes-criminais-negativas

Feito isso, espere de dedos cruzados. Ter a idade obrigatória, ter a garantia do governo de que você nunca quebrou a lei e é um cidadão modelo e seguir a lei, aparentemente não garantem que você tenha acesso a seus direitos. A decisão final de autorizar ou não a compra da sua arma de fogo é da Polícia Federal, e os documentos acima são meros requisitos mínimos sem os quais seu pedido sequer será avaliado.

Em 30 dias você saberá se pode ou não comprar uma arma e ai… neste caso você ainda terá que pagar uma taxa de R$60,00. Caso a resposta seja negativa não fique triste. Eles estão jogando sujo, jogue mais sujo ainda e recorra a um advogado.

E tenha em mente que essa autorização só é valida para a arma do calibre especificado no pedido. Você não recebe uma autorização universal de se tornar um arsenal vivo de combate ao crime, apenas o Papa tem o poder de conceder tal autorização! Teoricamente uma pessoa pode possuir até seis armas: duas curtas, duas longas de alma lisa e duas longas de alma raiada, sejam criativos na hora de fazer o pedido!

Com o OK oficial em mãos, procure um dos representantes que indicamos acima, faça uma visita e vá se relembrar de qual é a sensação de uma criança que entra em uma loja de doces.

Comentários

Comentários