Todos os posts de Coruja, O Rei Pirata

O Rei Pirata, dentro da Aliança Pirata é o cargo máximo. A identidade do Rei Coruja nunca deve ser Revelada. O Rei Coruja muda de acordo com o objetivo da Aliança Pirata, nomeando a pessoa que se enquadra melhor no objetivo atual.
basta-de-homofobia-glbt

Ofendido com a transex crucificada na Parada Gay? Larga de mimimi e vai ler a bíblia.

E a polêmica desta semana gira em torno de Viviany Beleboni, a transexual que foi crucificada durante a 19ª Parada Gay de São Paulo. Cristãos reclamaram abertamente, considerando blasfêmia, deboche, e provocação aberta aos cristãos.

Continue lendo

igualdade-de-direitos

A diferença entre igualdade e privilégio

Tem muita gente que não entende a diferença entre a luta por direitos iguais e a luta por privilégios. Um grupo com características distintas possui 5 direitos humanos básicos. Existe uma pessoa que só possui 4 direitos, querendo com toda razão, acesso ao direito que lhe deveria ser básico. Ele luta por isso, portanto, esta é uma luta por direitos iguais.

Continue lendo

evangelicos

Inspetores anais se unem para atacar campanha publicitária do Boticário!

O Boticário, famosa marca de perfumes e cosméticos, gerou muita polêmica recentemente com sua campanha publicitária para o dia dos namorados do próximo dia 12 de junho. A marca inovou ao mostrar, dentre os quatro casais que aparecem, dois casais homossexuais. A marca buscou mostrar as diferentes formas de amor.

Continue lendo

apropriacao-cultural-nerd

Apropriação cultural Nerd

Apropriação cultural é quando adotamos alguns elementos específicos de uma cultura sem fazer parte de tal cultura, podendo ter uma repercussão negativa quando a apropriação cultural de uma classe oprimida vem de uma classe opressora. Pode ser qualquer coisa, vestimentas, música, arte, religião, língua ou comportamento social.

Mas qual a relação disso com os Nerds? Toda.

Continue lendo

Friendzone

Friendzone, uma zona que nunca existiu

Friendzone, o lugar onde as garotas mais cruéis do universo enfiam os garotos que foram legais com elas. Pobres garotos que fazem de tudo por suas amadas, pobres garotos que muitas vezes precisam ver suas amadas com um cafajeste.

Não entendeu? Veja o vídeo abaixo.

O fato é, friendzone não existe. Isso é coisa da sua confusa cabecinha, grandes chances de ser a cabeça de baixo.

Continue lendo

A Navalha de Hanlon

Nunca atribua à maldade o que pode ser adequadamente explicado pela burrice.

Com a expansão da tecnologia, muitas pessoas acabam falando menos e escrevendo mais, hoje em dia se conversa muito sem abrir a boca. Já vi casos, como na empresa que trabalhei, onde as pessoas sentavam lado a lado e preferiam conversar por chat no sistema. A escrita ficou mais conveniente do que a fala. Eu raramente uso o telefone, costumo usar só em situações onde preciso de certa urgência para falar com a pessoa do outro lado.

Continue lendo

header

Travesti negra lésbica é oprimida em evento feminista

Um fato ocorrido recentemente no EME (6º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE) me chamou muito a atenção, apesar de não ter repercutido tanto no facebook quanto deveria, apenas dois amigos me mostraram tal notícia. Vou então resumir o fato todo e logo abaixo postarei os prints para melhor entendimento. Vamos lá.

  1. Um homem entra em evento feminista, faz a barba e pega uma roupa emprestada de uma amiga e se diz transgênero, negra e lésbica.
  2. Usa o argumento feminista que gênero e raça são construções sociais contra as mulheres que vão reclamar da presença de um homem no evento. Quando recebe reclamações alega transfobia, racismo e sexismo.
  3. Impede que feministas discutam sobre menstruação, aborto, muitos outros assuntos delas pois causa desconforto em pessoas trans por não terem útero.
  4. Dá em cima de uma feminista lésbica, fica com ela durante o sarau e passa a noite com ela no dormitório.
  5. Mais de 50 mulheres reclamaram com a organização do evento afirmando estarem sendo “silenciadas”.
  6. A organização do evento cancela o evento por conta de todo o ocorrido.

Continue lendo

turbante-vermelho

O dilema do turbante

Navegando por minha timeline do facebook me deparo com uma situação no mínimo intrigante, duas garotas discutindo por conta de um turbante. A garota branca (que se foda o termo politicamente correto) estava usando um turbante na foto postada, onde uma garota negra debatia fervorosamente o direito de usar tal adorno. De acordo com a garota negra, aquela seria a apropriação de um símbolo da luta e da cultura afro.

Continue lendo

head-coitadismo

Coitadismo

Quando criança passei fome. Meus pais, muito pobres, não tinham dinheiro para alimentar todos os 9 filhos. Carne sempre teve um preço salgado e o pouco de arroz que tínhamos era repartido entre todos. Um ovo frito era luxo. Além da fome, a doença sempre foi um problema. Dos irmãos, quatro não chegaram à adolescência, dois morreram ainda recém nascidos. Escapei da morte por muito pouco. No entanto, resisti, sobrevivi e cá estou.

O parágrafo acima é fictício. Porém, tenho certeza de que muitos passaram por coisa bem parecida, uma vez que esta é a realidade de milhões de brasileiros. Agora, pergunto: qual a relação disto com minha capacidade? O que meu passado de miséria e sofrimento diz sobre minhas habilidades?

Continue lendo

liberdade-de-expressao

Liberdade de expressão! Deixa eu falar, filha da puta! Expressão!

Após os atentados recentes à França, minha timeline do facebook virou uma quase guerra, sempre sobre a liberdade de expressão e os limites entre o argumento e a ofensa. Não creio que exista um meio-termo neste caso, ou é a favor, ou contra.

A liberdade total de expressão resultaria em discurso racista, homofóbico, fascista, socialista, ateísta, religioso e até mesmo contra a própria liberdade de expressão. Com a liberdade total, ambos os lados iriam ter o direito de criticar, mesmo que de forma preconceituosa, qualquer ideal, e o mesmo direito seria dado para qualquer um que fosse refutar este argumento. Defendendo a total liberdade é possível divulgar todo tipo de ideias, boas ou ruins e pensar de maneira lógica sobre os resultados de cada ação, permitindo a análise, a refutação e criação de novas ideias, mesmo que para isto, seja necessária muita maturidade.

Continue lendo