dest

Pirata Urbano – Calçados

Inúmeras são as vezes que me perguntam “Onde consigo uma roupa de pirata?”, então resolvi, depois de muito enrolar por pura preguiça, escrever um tutorial básico de como se vestir como um pirata. Por hora fiz este sobre as botas, logo mais faço outros para ajudar. Se a preguiça não me vencer…

Não irei abordar nada muito elaborado, apenas o essencial para não fazer feio com o visual. Também não estou abordando nada histórico, não somos revivalistas, a regra basicamente é você se parecer com um pirata. Se você se olha no espelho e se reconhece como um pirata, está feito. Gostaria de enfatizar que ele não é importante, pois Pirata Urbano não é visual, é atitude!

Começando de baixo para cima, pois talvez seja a parte mais complicada, então se for pra desistir, desista agora. Maior parte dos Piratas Urbanos que conheci costumam variar entre 3 calçados: Bota de montaria, coturno e sapato.

campeira-montaria

Botas de montaria ou botas campeiras são minha primeira opção, pois pode usar sempre, ela serve bem para proteger os pés, parece um sapato, é confortável e tão durável quando o coturno. Existem boas botas que são impermeáveis, e com elas é possível entrar na água rasa sem molhar os pés.

É algo relativamente simples de encontrar… se você tiver pé pequeno. Sim, pé pequeno. Por uma infelicidade, nós que moramos na cidade de São Paulo, talvez a cidade com a maior diversidade brasileira, sofremos com a falta de calçados de qualidade, como as botas de montaria masculinas. Chega a ser impossível achar uma bota de montaria masculina na cidade, então temos de apelar para lojas especializadas em tamanhos grandes, que são poucas. Nestas lojas as botas costumam ser caras e apresentar uma qualidade que não compensa o preço, variando de R$200 a R$400.

Outra opção seria buscar tais botas em lojas especializadas em “coisas country”, mas neste ponto sofremos com o problema dos preços abusivos, onde uma bota de couro de boa qualidade costuma ser R$400 ou mais. Se quiser mais barato, só viajando para as cidades do interior, onde uma desta costuma custar de R$150 a R$300.

A opção mais barata, e também a mais difícil é ter pé pequeno e mente aberta. Sim, usar botas femininas. A diferença é que calçados femininos costumam ir até o 38, sendo difícil achar quando você tem um pé 43. Caso ache, dá para achar botas legais por uns R$60.

A melhor opção de todas é definitivamente o Mercado Livre. Lá você encontra todos os tipos de botas de montaria, geralmente vindas do sul do país, em couro e solado bastante durável. A média de preço é de R$150. Tenho dois pares de botas destas, tenho amigos que compraram, não vi reclamações. Uma destas uso diariamente tem uns 6 meses, já possui alguns arranhões, mas sem manutenção fica difícil fazer durar. Apenas pesquise bastante os vendedores, pois infelizmente o Mercado Livre é cheio de gente de má fé.


coturno

Coturno é a primeira opção para muitos que estão ingressando neste estilo de vida, pois muitos já usam coturnos desde sempre ou acabam vindo de outras culturas que usam também.

De uso voltado para o uso militar em atividades de combate, são geralmente de couro tratado para tornar-se impermeável. Costumam ser uma ótima opção por conta da durabilidade, possuindo vida útil mais longa do que as botas comuns.

Podem ser comprados em quase todas as cidades, tanto em lojas militares quanto em lojas especializadas em artigos para subculturas. O preço é bastante variável, costuma custar no mínimo R$60.


sapato

Sapatos, os bons e velhos sapatos costumam ser a opção mais barata, mas não o melhor custo-benefício. Não protegem bem os pés, costumam ter uma durabilidade baixa, porém, se você está sem dinheiro, não ande descalço. Você acha sapatos em quase toda loja de calçados e costuma custar no mínimo R$20.


meias

Meias. Ninguém liga para as meias, use meias confortáveis. Caso você queira um visual mais revivalista, pode usar meias brancas compridas combinadas com sapatos e calça corsário. Mas por favor, esteja ciente que será engraçado e as pessoas vão rir.


Lembrando que qualquer modificação é bem-vinda, desde modificar as botas para ter aquela dobra que vemos nos filmes até pegar um sapato antigo e transformar em uma bota. São inúmeras as possibilidades.
Você também pode optar por não usar nada. Descalço é sempre bom.

Navio do Capitão Barba Negra confirmado na Carolina do Norte

Navio do Capitão Barba Negra confirmado na Carolina do Norte

Naufrágio grande porte, armas do pirata do século 18, dizem especialistas.

 

Texto original : http://news.nationalgeographic.com/news/2011/08/110829-blackbeard-shipwreck-pirates-archaeology-science/

Adaptado por Tia Mesk.

39799.adapt.590.1

Um canhão de ferro fundido de navio do Barba Negra, A Vingança da Rainha Anne, fotografado por ROBERT R. Clark, NATIONAL GEOGRAPHIC.

 

Após 15 anos de incerteza, um navio naufragado na costa da Carolina do Norte foi confirmado como sendo do infame pirata do século XVIII Barba Negra. Dizem as autoridades estaduais.

 

Vingança da Rainha Anne foi afundado em um banco de areia perto de Beaufort (mapa do mar) em 1718, nove anos após a cidade ter sido estabelecida. Barba Negra e sua tripulação abandonou o navio e sobreviveram.

Até recentemente, o Departamento de Recursos Culturais Carolina do Norte enfatizou que o naufrágio, descoberto em 1995, “parecia ser” Vingança da Rainha Anne.

Agora, depois de uma revisão detalhada da evidência, esses mesmos funcionários estão certos de que é o navio navegado por um dos piratas mais temidos e mais fascinantes da história.

“Não houve um momento aháh!”, disse Claire Aubel, coordenador de relações públicas para os museus Marítimo Carolina do Norte. “Houve uma coleção de momentos e uma dedução com base na evidência.”

Havia duas razões principais para a segurança da equipe, Aubel disse: o tamanho da destruição e das muitas armas que foram encontrados nos escombros.

Nenhum outro navio tão grande quanto Vingança da Rainha Anne era conhecido por ter sido, até o momento, e um navio pirata teria sido bem armado, disse ela.

 

Saque do Naufrágio Aponta para Barba Negra.

 

Barba Negra alcançou sua imortalidade infame em apenas alguns anos, ao operar no Mar do Caribe e na costa da América colonial antes de ser morto em uma batalha com navios britânicos na Carolina do Norte Pamlico Sound em 1718.

Alguns historiadores têm especulado que ele deliberadamente correu Vingança da Rainha Anne encalhou para que ele pudesse manter o saque mais valiosa para si mesmo.

 

Tal saque ajudou os arqueólogos ligar o naufrágio de Blackbeard desde escavações começaram em 1997. Entre os principais artefatos recuperados são:

 

– um boticário estampado com pequenas flores-de-lis, símbolos reais do século 18 na França. Vingança da Rainha Anne foi realmente um antigo navio francês, Le Concorde, capturado em 1717. Ele forçou o cirurgião de Le Concorde para se juntar à tripulação pirata, e um cirurgião naquele momento provavelmente teria tido boticários.

 

-A Pequena quantidade de ouro encontrada entre os grãos de chumbo. Os arqueólogos pensam que um tripulante francês pode ter escondido o ouro em um barril de tiro para escondê-lo dos piratas do Barba Negra.

 

-Um Sino gravado com a data de 1705.

 

Identidade do navio nunca Barba Negra realmente na dúvida.

 

O aviso sobre a identidade do naufrágio foi mais um reconhecimento do rigoroso código de escrutínio científico que o resultado de sérias dúvidas sobre a identidade do navio, disse Erik Goldstein, curador de artes e numismática o estudo das moedas e fichas-para a Williamsburg Colonial Fundação na Virgínia. Arqueólogos que trabalham nos destroços foram sempre a certeza de sua identidade.

Os funcionários do Estado “estavam apenas sendo seguros”, disse Goldstein. “Na fase de início de uma escavação, a menos que você encontre algo como um sino de um navio com o nome gravado nela, é preciso um pouco de tempo para colocar os pedaços juntos e reunir provas documentais. Foi bom comportamento, responsável por parte daquele pessoal.”

Havia duas razões para deixar cair a dúvida oficial sobre a identidade do naufrágio, acrescentou David Moore, curador de arqueologia náutica no Museu Marítimo Carolina do Norte em Beaufort.

Em primeiro lugar, o museu recém-inaugurado “A Vingança de Barba Negra Queen Anne”, uma exposição bastante expandida de artefatos do naufrágio. Tinha a confirmação da identidade do navio não foi feita, curadores teriam de título da exposição algo como “artefatos de Vingança do suposto Queen Anne”, disse Moore.Além disso, a remoção da advertência oficial poderia ajudar o museu assegurar o financiamento privado para continuar escavando os destroços, disse Moore.

Embora a legislação estadual ofereça algum financiamento, disse ele, orçamentos apertados estão cortando esse dinheiro.

 

 

 

Clarêncio Pirata

Clarêncio pirata

clarencio pirata

 

Bom, que a vida tá difícil não é novidade certo?

Chegar a casa depois do trabalho após as onze da noite exausta faz com que o cérebro não aceite notícias ruins ou temas muito sérios. Normalmente durmo assistindo documentários, mas, dia desses só havia programas de leilão e documentários da 2ª guerra que costuma me dar pesadelos logo, o que me sobra?

Na esperança de dormir e ir para a terra de Ooo deixo a TV  no Cartoon Network  e nada de Hora da Aventura…  Começa então um episódio de Clarêncio.  Foi quando tive uma surpresa agradável porque o episódio tinha como tema o quê? Amigos jogando RPG, mas não um RPG qualquer, era um jogo de Piratas!!!

Não teve jeito, levantei da cama, peguei meu pote de cereal e fiquei assistindo e me diverti demais.

Bom marujos, vos convido a assistir  Clarêncio em  “Breehn à vista !”

PS. : A Cartoon também tem um jogo  com o Clarêncio para celulares  e para computadores que dá pra jogar de graça 😉

para quem possa se interessar 😉

http://www.cartoonnetwork.com.br/jogo/clarencio-o-otimista-a-batalha-mais-irada-da-historia

Divirtam-se e até a próxima {P-)

 

 

Tia Mesk e os Piratas Catarrentos.

Tia Mesk e os Piratas Catarrentos estavam tranquilos navegando até que uma sobra gigante e misteriosa passou por debaixo do barco.

Seria o apavorante Kraken???

Um vídeo para mostrar ao filhotes. Produzido com massinha de modelar e uns rabiscos 😉

Caça ao tesouro kids

No último dia 20 de Março  foi realizado pela Aliança Pirata o primeiro piquenique pirata de  2016 no Jardim Botânico de São Paulo.

Nele realizamos o Caça ao Tesouro kids com  nossos ” Piratinhas catarrentos” acompanhem essa emocionante aventura !!!

 

MERCADO PIRATA 2 – Quem não foi perdeu !

 

Ahoy Pirates,

Esta foi minha pequena cobertura do MERCADO PIRATA 2, evento mercantilista que reuniu varias lojinhas do pessoal do grupo dos piratas e outros.

O Objetivo foi ajudar ao pessoal a divulgar seus produtos e ajudar a todos que procuram peças de vestuário, decoração e alimentícios na temática pirata.

Local: Toca dos Piratas

Dia: 12 / Março / 2016

 

Sem título

Piquenique Pirata – ‘Raio Piratizador 2016’

AHOY Matyes,

A Aliança Pirata convida a todos piratas / bucaneiros / marujos / cães sarnentos / outros e afins a se reunir em um piquenique em comemoração o novo ano, reunir os amigos, piratizar a todos e manter o maior butim unido (ou seja a amizade 😉 ).

Faremos nosso piquenique no Jardim Botanico de São Paulo no dia 20 de Março de 2016

Dia: 20/03/2016
Local: Jardim Botânico de SP
Inicio: 10h00
Termino: 17h30

Atividades:
– Como todo evento teremos gincanas, e nada melhor do que começar o nosso 1º evento do ano do que com um belo CAÇA AO TESOURO. Sim marujos, estamos preparando uma caçada diferente… MUHAHAHAHA

– História pirata: A ideia é uma roda de histórias piratas, como funciona, se você já criou um personagem ou um conto, ou conhece algum que gostaria de compartilhar, nos vamos escutar e compartilhar uns com os outros. Sei que tem muita gente criativa entre todo mundo que cria histórias maravilhosas, essa é a oportunidade de vocês mostrarem, o melhor conto ganhara um premio surpresa, savvy.

– WorkShop: Pela primeira vez o workshop sera fora do evento, para que todos consigam usar suas peças no evento e para que tenham mobilidade para produzir as mesmas sem estar com seus figurinos – Mais informações no link: (em breve)

– Para a criançada pirata, teremos algumas atividades envolvendo pinturas, fotos e bolhas de sabão.

O q levar:
– COMIDA! Sim Piratas, levem comida, muita comida, afinal após passar muito tempo no mar, quando nos reunimos em terra a melhor comemoração é repleta de quitutes dos mais variados e deliciosos.
– Bebidas: Refris, Sucos, Cerveja, Rum e etc.

Livre comercio:
É permitido o livre comercio, por isso quem tem algo que venda levem e aproveitem, mas lembrem-se que esse não é e nem nunca foi o foco dos nossos eventos. É somente uma maneira de um ajudar o outro.

NÃO é necessário estar trajado como pirata 😉 Todos os grupos são mais do que bem vindos.

Nessa edição teremos o Cronos Fest – Aonde teremos jogos elaborados como torta na cara – Tiro de cachão (queimada) – Tiro ao Alvo – Cabo de guerra e outros, então monte sua equipe e prepare-se, pois esse piquenique vai ser do mastro principal.


Lembrando que o Botânico cobra o valor de R$5,00 para a entrada no parque, valor esse que é usado para a manutenção do mesmo, estudante paga meia e crianças ate 6 anos não pagam entrada. Para maiores informações acesse: http://botanica.sp.gov.br/

Espero ver a todos no nosso 1º piquenique pirata de 2016, vamos piratizar todos os 7 mares, e também aproveitar para comemorar a amizade que é o foco principal desse grupo que é uma família, savvy!

Programação e outras informações podem ser mudadas.

Huzzah!

Evento: fb.com/events/1007108432684151/

Grupo Piratas! fb.com/groups/PiratasUrbanos

Imagem em tamanho grande:http://www.pr8.com.br/wp-content/uploads/2016/02/raio-piratizador-flyer.jpg

12729039_1210542028976525_1080159187668700424_n

2º Mercado Pirata – Toca dos Piratas

Ahoy Pirates,

A pedidos estamos criando o SEGUNDO mercado pirata, evento mercantilista que vai reunir varias lojinhas do pessoal aqui do grupo dos piratas e outros. O Objetivo é ajudar ao pessoal a divulgar seus produtos e ajudar a todos que procuram peças de vestuário, decoração e alimentícios na temática pirata e outros.

Local: Toca dos Piratas
Endereço: Avenida Fagundes Filho. 226 (Próximo ao metro São Judas / Linha Azul)
Dia: 12 / Março / 2016
Horário: 09:00 até as 16:30

Link do evento: https://www.facebook.com/events/1716814898556337/

Qualquer compra acima de R$20,00 em qualquer lojinha participante do I Mercado Pirata – Toca dos Piratas concorre a um kit feito pela Aliança Pirata

E como prometido na 1º edição do Mercado Pirata, nos faremos um Caça ao tesouro em todo o bairro de São Judas,  teremos premiação para o 1º lugar, nossa caçada começa as 13:30, por isso chegue antes conheça o mercado pirata e participe desta caçada!

Esse evento esta sendo criando uma semana antes do nosso primeiro piquenique de 2016 #RaioPiratizador2016, para mais informações fiquem ligados na página Aliança Pirata ou no site do PR8.

As Lojas Participantes são:

Continue lendo

barco-deriva

Corpo mumificado de aventureiro é encontrado em iate à deriva no Pacífico

Um iate à deriva no Oceano Pacífico foi encontrado no último fim de semana perto de uma praia das Filipinas com um corpo em decomposição, mas ainda em bom estado de conservação. O cadáver é de um marinheiro alemão.

mumia 1
Cadáver estava na cabine de rádio. (Divulgação/Barobo Police Station)

Manfred Fritz Bajorat, de 59 anos, foi encontrado sentado na cabine de rádio, como se estivesse pedindo socorro pela última vez na vida. A embarcação onde o cadáver se encontrava estava perto de Barobo, na região sul do país.

Quem a resgatou foi o pescador Christopher Rivas, de 23 anos. Ele estava pescando com um amigo a cerca de 40 quilômetros da costa quando avistou SAYO, veículo de Manfred que navegava pelo mundo fazia quase 20 anos.

mumia 2
Embarcação SAYO estava no mar há duas décadas. (Reprodução/EPA)

É difícil precisar ainda quanto tempo o corpo do marinheiro ficou ali após sua morte, apesar da temperatura quente e os ventos secos (juntos com o sal do mar) terem contribuído para a conservação do corpo. Sua identidade foi possível descobrir por causa dos papéis que ele levava consigo no barco.

De acordo com o jornal Bild, a última atividade de Manfred na internet foi um ano atrás, no seu aniversário, quando respondeu a alguns amigos. O marinheiro havia terminado um casamento em 2008 e a sua ex-mulher, que costumava acompanhá-lo nas viagens, faleceu um ano depois em decorrência de um câncer.

mumia 3
Manfred tinha 59 anos. (Reprodução/Barobo Police Station/EPA)

“Ele era um marinheiro muito experiente. Eu não acredito que teria entrado em uma tempestade. E também acho que o mastro quebrou depois de sua morte”, afirmou Dieter, marinheiro que o conheceu em 2009, ao mesmo diário alemão.

“A forma como ele está sentado parece indicar que sua morte foi inesperada, provavelmente de algum ataque de coração”, opinou o criminologista Mark Benecke.

O corpo foi transferido para Butuan City, enquanto o iate passará por perícia no porto de Barobo. Ainda não foi encontrado nenhum sinal de assassinato, como uma arma ou evidência de uma segunda pessoa à bordo. Enquanto isso, a Embaixada Alemã em Manila tenta contato com seus familiares na Alemanha.

FONTE: Yahoo Notícias.